• Enquetes

  • Balanço no SINPRF-ES e nova enquete.

  • Fraude no SINPRF-ES

  • Exploradores ladrões e o SINPRF-ES.

  • Expectativa e Frustração

    Expectativa e Frustração
  • SINPRF-ES – O PIOR SINPRF DO BRASIL.

  • Caso ” Conteiner”

  • A ficha criminal do SINPRF-ES Parte 1

  • O caos e a lama no SINPRF-ES.

  • Denúncia explosiva atinge o SINPRF-ES

  • Pinochio é Diretor do SINPRF-ES

  • O Sindicato mais xexéu do Brasil.

  • Contador

    • 34,066 acessos
  • Histórico

Denúncia explosiva contra ex-cúpula da PRF no ES.

UHNews Denúncias PRF ES

 

Saiba onde nasceu a Terceira Via e quem manda hoje no SINPRF-ES.

Terceira Via – Grupo formado por ex-chefes e ex-integrantes da administração da 12ª SRPRF-ES e idealizadora da Chapa 1 que venceu as eleições para o SINPRF-ES em 2009.

 http://www.uhnews.com.br/noticias-ler/explodem-denuncias-contra-cupula-da-prf-por-todo-brasil/18294/20/DEN%C3%9ANCIA

Essa notícia publicada no site UHNews de Campo Grande-MS veicula uma denúncia feita na ouvidoria do Ministério da Justiça e expõe o grau de corrupção que assolava a 12ª SRPRF-ES até a nomeação do Inspetor Fábio Rodrigues da Silva como Superintendente Regional.

O que irá ser divulgado pelo Observatório PRF ES  nos próximos dias mostrará a ligação entre os denunciados e Diretores do SINPRF-ES e os que usam o Sindicato para satisfazer a sua ganância e sede de poder.

 “A luz do sol é o melhor dos desinfetantes.”  Louis Brandeis (1856 – 1941)

 

CAMPO GRANDE, 25 DE ABRIL DE 2011

Explodem denuncias contra cúpula da PRF por todo Brasil

Relatos surpreendentes explodem por todo o país, o atual Ministro da Justiça terá muito trabalho para sanear a instituição que hoje é um verdadeiro covil de corruptos, que atrapalham aos homens e mulheres de bem que compõe a instituição digna dos maiores louvores pelos excelentes serviços que prestam a população em nível nacional.

Ali no celeiro dos corruptos das estradas, ocorre de tudo, e o mal insiste em fazer morada onde homens, e mulheres que querem trabalhar em prol de um Polícia Rodoviária Federal justa e honesta, são relegados a último plano.

Acompanhe nosso trabalho de mostrar isso a população, mesmo correndo o risco de censura, ou outro tipo de retaliação por parte dos bandidos e mafiosos que insistem em permanecer nos cargos, para cada vez mais enriquecerem, e darem prejuízos homéricos a nação.

A PRF não pode continuar a servir como sustentáculo de bandidos, e terríveis corruptos que sangram os cofres da nação, e fazem do lugar um celeiro de bandidos, e que pensam tão somente em enriquecer.

Acompanhe nossas reportagens, e fique estarrecido com o que vai ler, saber, e o pior, sem que providências sejam tomadas pelo nosso judiciário, que está a mercê desses safardanas, sebosos e bandidos travestidos de PRFs.

 

Relato de um PRF de Vitória – Espírito Santo que foi demitido por que denunciou quadrilha de bandidos.

Em Janeiro de 2006, por volta das 13:40 hs recebi uma denúncia de um transporte clandestino saindo da cidade capixaba de IBATIBA com destino a Angra dos Reis RJ ( esta viagem já é uma velha conhecida nossa, pois já abordamos várias vezes várias empresas) bem, as 23:00 horas eu abordei o veículo citado na denúncia e fiz a apreensão do mesmo.

Passado uns 50 dias mais, ou menos, outro ônibus da mesma empresa, só que desta vez fazendo uma viagem entre Volta Redonda RJ para Guarapari –  Es

Foi abordado por mim, que de cara vi várias irregularidades, notificando o mesmo (depois fui informado que ele havia sido fiscalizado na Serra das Araras RJ e que o “insp” Moraes havia descoberto as irregularidades e pego R$ 200,00 para liberar o veículo sem multa) bom , eu extraí 4 multas para o referido veículo, sendo que todas elas foram canceladas INDEVIDAMENTE pela equipe responsável pela análise dos recursos das mesmas.

É neste ponto que eu gostaria de fazer uma denúncia, pois foi com as multas canceladas que serviram de provas para minha demissão dos quadros da PRF, sendo que eu pedi a própria PRF, para fazer uma nova análise nas multas canceladas.

Descobriu-se, que foram utilizados documentos falsos para o cancelamento de uma, duas, foram canceladas sem nenhuma fundamentação, e uma simplesmente o documento que eu havia apreendido, foi substituído por outro.

Fiz a denúncia na PRF das irregularidades, mas como infelizmente tem o nome de “gente grande” envolvido, simplesmente abafaram minha denuncia, e, após o ocorrido, simplesmente até ameaça de morte eu recebi, caso não ficasse calado.

 

Segue abaixo um pequeno relatório das pessoas envolvidas, e, informo que eu estou a disposição para quaisquer dúvidas

 

Ademir Lima Ex superintendente – mantido no cargo pelo então na época deputado federal Marcus Vicente- passou o cargo para Adilson Scalfoni, que após denúncia de Folha de São Paulo e Correio Brasiliense foi exonerado ( pois pertencia A Scuderie detetive L’ecok) entrando em seguida Jomar de Oliveira Pinto (por enquanto não tenho nada dele) aposentando e assumindo em seguida o Insp. SAINT’CLAIR SOARES DOS SANTOS, porém, quem comandava, realmente era o Ademir, que era quem tinha o “apadrinhamento político” com o deputado Marcus Vicente – Deputado Federal ( na época)

Marcus Vicente era o “padrinho” da PRF no ES hoje o “padrinho” é o Dep. Jurandir Loureiro, que por não participar do “esquema” teve muita dificuldade Para conseguir trocar o superintendente e os chefes de delegacias do estado e colocar as pessoas de sua confiança, e, sofreu muita pressão de certos grupos daqui.

Pois, pelo que eu fiquei sabendo o superintendente e os chefes de delegacia (anterior a Jurandir Loureiro) tinham que enviar dinheiro para se manterem no cargo, inclusive “ajudando” em uma festa que acontecia em Ibiraçu – Es ( município ao norte do estado)

 Insp. Adilson Scalfoni – após ser destituído do cargo De superintendente “ganhou” a Chefia do Setor de Fiscalização de Coletivos e Excesso de Peso ( o estranho neste caso que ele era também responsável pela análise dos recursos de multas que a própria equipe dele aplicava )

Há um boato que o MPF ou o MPE estariam investigando um suposto esquema de cancelamento de multas, porém não consegui nada de concreto, provavelmente foi “abafado” da mesma forma, que foi abafado uma prisão em flagrante, de dois PRF ( um deles é irmão de um procurador) e membro da Escuderie L’coque

Insp. Idayr Mario do Rosário Responsável pela corregedoria – responsável pelo Setor de Corregedoria.

Favorecendo os “amigos” e perseguindo os nãos colaboradores (já respondeu processo interno na PRF, e na Justiça Federal por confeccionar um boletim de acidente de trânsito falso, para favorecer uma determinada empresa ( distribuidora de bebida)

Era o corregedor na época do meu processo e o responsável por dar andamento no mesmo (meu processo bateu todos os recordes na PRF pois teve todas as suas fases em seis meses geralmente um processo do mesmo estilo do meu dura de dois a quatro anos)

Clayton, que é servidor administrativo – em uma fiscalização minha em um carro que pertencia a irmã da deputada estadual Luzia Toledo o mesmo interferiu, dizendo-se membro da corregedoria, pedindo para que “desse um jeitinho” para liberar o veículo sem as multas devidas.

Foi aberto um processo administrativo, onde foi pedido um detalhamento maior sobre a minha declaração, mas como tinha o envolvimento de uma deputada, acharam melhor arquivar o PAD.

Fantour Transportadora Turística Ltda – Empresa que fazia linhas clandestinas com vários problemas na receita estadual, empresa que fez a denúncia contra minha pessoa.

O proprietário, Sr. Stefano Soares de Castro tem várias passagens pela polícia, sendo de assalto, assalto a carro forte, porte ilegal de armas entre outras. Esta empresa foi considerada inidônea pela ANTT em junho/07 pois era uma empresa já com vários problemas.

PRF José Altivo responsável pelas análises dos processos de recurso de multas tanto sobre peso e sobre fiscalização de coletivos

Inspetor Rangel – (substituto do superintendente em dezembro de 2005/janeiro de 2006 ) Recebeu um grupo de empresários mineiros solicitando retirasse a minha pessoa da fiscalização de coletivos, pois eu estava gerando muitos prejuízos ao grupo, onde o inspetor informou, que se eu estava agindo corretamente, ele não tomaria tal atitude, onde o grupo saiu da sala informando que teriam outros meios.

 

 Relatório enviado a  Ouvidoria do MJ

Ass. Denúncia de irregularidades praticadas por servidores

Em janeiro de 2006, fiscalizei um veículo de placa KTZ-2288/RJ que efetuava transporte clandestino entre as cidades de IBATIBA-ES e ANGRA DOS REIS-RJ (a referida linha clandestina existe devido ao grande numero de trabalhadores de Angra dos Reis provenientes da cidade de Ibatiba, conforme já é de conhecimento da ANTT e PRF) notifiquei o referido coletivo conforme prevê a legislação vigente na época.

Dois meses após o ocorrido, mais precisamente dia 10/03/2006 fiscalizei outro coletivo da mesma empresa, desta vez de placa KTV 2329/RJ proveniente da cidade de BARRA DO PIRAÍ-RJ com destino a cidade de Guarapari-ES.

Ao fiscalizar o referido coletivo verifiquei diversas irregularidades, passando a lavrar 04 notificações, de Numero: 129.199; 129.200; 129.201; 129.202. assim que comecei a lavrar as notificações fui informado pela Sra. Maria Francisca Ferreira, RG 066803319-8 IFP e CPF 687.883.637-91, que o veículo fora fiscalizado na Serra das Araras RJ pelo PRF “MORAES” e que o mesmo encontrou irregularidades na documentação( havia passageiros fora da listagem) e pela quantia de R$ 250,00 não multou o coletivo e ainda “ consertou” a documentação.

Após saber deste ocorrido, tentei convencê-la a prestar queixa sobre o ocorrido, tendo recebido uma resposta negativa da mesma.

Em relação às notificações emitidas nesta data, elas foram contestadas, o que é normal em notificações sobre transporte de coletivo, o que não é normal foi a forma na qual as mesmas foram canceladas. Conforme se vê no relatório abaixo:

 

Notificação 129.199 – processo N° 08667001488/2006-64 – emitida em 10/03/2006, dado entrada dia 22/03/2006 – trata de uma notificação de passageiros fora da lista, código 404 da ANTT, sendo o pedido deferido dia 05/05/2006 pelos PRF José Altiv o de Oliveira, João Adilson Scalfoni e pelo servidor Liz Carlos Saioron.

Estranhamente, na folha de N° 39, 40 e 41 do referido processo, a ANTT devolve o mesmo para uma verificação do teor da decisão proferida nos autos, pois em uma simples análise na referida agência, verificaram possíveis irregularidades na decisão, no qual foi “maquiada” uma nova decisão na folha de N° 42, sendo deste modo aceito pela ANTT. Na dada de 08/08/2006.

Estranhamente neste caso é que geralmente nós policiais recebíamos o processo relativo ao cancelamento de multas para tomar ciência para que tais erros não acontecessem posteriormente, fato este que na época não aconteceu, onde eu só tive conhecimento do teor do cancelamento em 2008, após solicitar vistas aos autos na ANTT, fato que me levou a solicitar junto a ANTT revisão no referido cancelamento, prontamente atendido pela mesma, momento pelo qual reverteu a decisão de cancelamento do auto por estar em desacordo as alegações do requerente.

 

Notificação 129.200 – processo N° 08667001493/2006-77 – emitida em 10/03/2006 dado entrada também em 22/03/2006 trata de uma notificação de falta de documentação de um dos passageiros, código 206 da ANTT, sendo o pedido deferido dia 05/05/2006 pelos PRF José Altivo de Oliveira, João Adilson Scalfoni e pelo servidor Liz Carlos Saioron.

Estranhamente, na folha de N° 29, 30 e 31 do referido processo, a ANTT devolve o mesmo para uma verificação do teor da decisão proferida nos autos, pois em uma simples análise na referida agência, verificaram possíveis irregularidades na decisão, no qual foi “maquiada” uma nova decisão na folha de N° 32, sendo deste modo aceito pela ANTT. Na dada de 09/08/2006.

Estranhamente neste caso é que geralmente nós policiais recebíamos o processo relativo ao cancelamento de multas para tomar ciência para que tais erros não acontecessem posteriormente, fato este que na época não aconteceu, onde eu só tive conhecimento do teor do cancelamento em 2008, após solicitar vistas aos autos na ANTT, fato que me levou a solicitar junto a ANTT revisão no referido cancelamento, prontamente atendido pela mesma, momento pelo qual reverteu a decisão de cancelamento do auto por estarem em desacordo às alegações do requerente.

 

Notificação 129.201 – Processo N° 08667001494/2006-11 – emitida em 10/03/2006 dado entrada também em 22/03/2006. trata de uma notificação de falta de autenticação do CRF (cadastro de registro de fretamento) exigido em seu original ou Cópia autenticada pela ANTT, sendo o pedido deferido dia 05/05/2006 pelos PRF José Altivo de Oliveira, João Adilson Scalfoni e pelo servidor Liz Carlos Saioron.

Estranhamente, na folha de N° 31, 32 e 33 do referido processo, a ANTT devolve o mesmo para uma verificação do teor da decisão proferida nos autos, pois em uma simples análise na referida agência, verificaram possíveis irregularidades na decisão, no qual foi “maquiada” uma nova decisão na folha de N° 34, sendo deste modo aceito pela ANTT. Na dada de 28/12/2006.

Estranhamente neste caso é que geralmente nós policiais recebíamos o processo relativo ao cancelamento de multas para tomar ciência para que tais erros não acontecessem posteriormente, após solicitar vistas aos autos na ANTT, fato este que na época não aconteceu, onde eu só tive conhecimento do teor do cancelamento em 2008, fato que me levou a solicitar junto a ANTT revisão no referido cancelamento, porém, descobri que o documento que eu havia apreendido, por estar irregular, fora substituído por um autenticado, fato que levei a apuração da 12ª SPRF e até na data de hoje não obtive resposta.

 

Notificação 129.202 – Processo N° 08667001491/2006-88 – emitida em 10/03/2006 dado entrada também em 22/03/2006. Trata de uma notificação de motorista sem vinculo empregatício. Código 410 da ANTT, sendo o pedido deferido dia 15/05/2006 pelos PRF José Altivo de Oliveira, João Adilson Scalfoni e pelo servidor Liz Carlos Saioron.

Estranhamente, na folha de N° 32, 33 e 34 do referido processo, a ANTT devolve o mesmo para uma verificação do teor da decisão proferida nos autos, pois em uma simples análise na referida agência, verificaram possíveis irregularidades na decisão, no qual o mesmo foi “esquecido” na 12ª SPRF até a data de 02/04/2008, o qual só foi “encontrado” após intervenção da ANTT no caso, onde foi feito uma nova análise por uma equipe séria, no qual verificou-se a procedência da referida notificação, após constatar que na época dos fatos, foi apresentado, e o que é pior, foi aceito um documento falso (comprovante de pagamento), pela equipe da CADA da 12ª SPRF.

Na época (2007 e 2008) fui em Brasília diversas vezes e em todas as vezes fui recebido pela equipe de corregedoria, que infelizmente tem um integrante que é do ES (PRF PEREIRA) e em todas as vezes que eu tentei formular uma denúncia eu era coagido por este integrante, pedindo que eu não fizesse este tipo de denuncia, que poderia me atrapalhar mais adiante, etc,

Não me sobrando forças para levar adiante o que estou escrevendo agora.

Com a mudança que teve na parte do comando da PRF, eu acredito que tal denúncia poderá ir a frente. Mais detalhes, eu tenho em documentos em minhas mãos, poderei apresentá-los assim que solicitado.

Favor olhar observações feitas pelo Sr. Ministro do STJ, no 4º e 5º parágrafo do MANDADO DE SEGURANÇA Nº 13.169 – DF (2007/0254142-5), (em anexo) onde fica claro as possíveis irregularidades cometidas por servidores na 12ª SPRF – ES.

AUTOR:  Eduardo Carvalho – Editor do UHNews

 

About these ads

15 Respostas

  1. ROSINHA, on 17/06/2011 at 18:54 said:
    Oi..Dr Pedro PEDREIRA (sic) Pereira…Qual é o número da sua OAB mesmo…???

    Tenha paciência dotô…!!!

    Só faltava essa…!!!

    Agora é que eu não paro de rir mesmo…

    Responder
    Pedro Pereira, on 15/06/2011 at 00:35 said:
    Srs Patrulheiros Rodoviários.
    Meu nome é Pedro Pereira, sou advogado, atuei diretamente no caso citado sobre a empresa que através de denúncia, resultou na demissão do PRF HOARINGS da cidade de SERRA-ES.
    Gostaria de esclarecer que todos os fatos que culminaram na demissão do servidor, foram devidamente apurados pela corregedoria do órgão e posteirormente levados ao conhecimento do poder judiciário com a apreciação do Ministerio Público.
    A pessoa que noticiou os fatos, tenta, ardilosamente mudar o foco dos motivos que ensejaram a demissão do poilicial por tentativa de suborno.
    Em momento algum a empresa, seus representantes ou mesmo o profissional que atuou na causa, obtivram qualquer intervenção politica, ou sequer há qualquer irregularidade no cancelamento das notificações lavradas e posteriormente canceladas por manifesta irregularidade e arbitrariedade do agente por oportunidade da apreensão do veículo.
    Ressalto que todo o procedimento judicial, fatos, argumentos e defesa do interessado, passaram pelo crivo do Ministerio Público, neste caso, diretamente responsavel pela manutenção da decisão administrativa.
    Assim, esclareço que o ato administrativo que resultou no desligamento do agente dos quadros da PRF, serviram como exemplo para retirar da corporação ´pessoas que naõ possuem qualquer dignidade para ostentar o brasão de uma instituição tão renomada e repleta de integros servidores que dedicam suas vidas a segurança do povo brasileiro.
    Outrossim, consigno que admiro àqueles que por muitas vezes esquecem de suas proprias vidas em prol do desempenho da função pública com honestidade e pautada no respeito as leis, normas e a moral.]
    Por fim, cumpre-me esclarecer que o processo que trata dos fatos é publico e pode ser consultado por qualquer cidadão, e lá, comprovar os fatos e o outro lado da moeda. Não há espaço no serviço publico para pessoas que visam interesses obscuros e desvirtuados da finalidade precípua da PRF que é servir o povo brasileiro com dignidade e honestidade acima de tudo.
    Pedro Pereira – advogado atuante no caso que culminou pela demissão do agente PRF Hoarings em Serra – ES

  2. Oi..Dr Pedro PEDREIRA (sic) Pereira…Qual é o número da sua OAB mesmo…???

    Tenha paciência dotô…!!!

    Só faltava essa…!!!

    Agora é que eu não paro de rir mesmo…

  3. Srs Patrulheiros Rodoviários.
    Meu nome é Pedro Pereira, sou advogado, atuei diretamente no caso citado sobre a empresa que através de denúncia, resultou na demissão do PRF HOARINGS da cidade de SERRA-ES.
    Gostaria de esclarecer que todos os fatos que culminaram na demissão do servidor, foram devidamente apurados pela corregedoria do órgão e posteirormente levados ao conhecimento do poder judiciário com a apreciação do Ministerio Público.
    A pessoa que noticiou os fatos, tenta, ardilosamente mudar o foco dos motivos que ensejaram a demissão do poilicial por tentativa de suborno.
    Em momento algum a empresa, seus representantes ou mesmo o profissional que atuou na causa, obtivram qualquer intervenção politica, ou sequer há qualquer irregularidade no cancelamento das notificações lavradas e posteriormente canceladas por manifesta irregularidade e arbitrariedade do agente por oportunidade da apreensão do veículo.
    Ressalto que todo o procedimento judicial, fatos, argumentos e defesa do interessado, passaram pelo crivo do Ministerio Público, neste caso, diretamente responsavel pela manutenção da decisão administrativa.
    Assim, esclareço que o ato administrativo que resultou no desligamento do agente dos quadros da PRF, serviram como exemplo para retirar da corporação ´pessoas que naõ possuem qualquer dignidade para ostentar o brasão de uma instituição tão renomada e repleta de integros servidores que dedicam suas vidas a segurança do povo brasileiro.
    Outrossim, consigno que admiro àqueles que por muitas vezes esquecem de suas proprias vidas em prol do desempenho da função pública com honestidade e pautada no respeito as leis, normas e a moral.]
    Por fim, cumpre-me esclarecer que o processo que trata dos fatos é publico e pode ser consultado por qualquer cidadão, e lá, comprovar os fatos e o outro lado da moeda. Não há espaço no serviço publico para pessoas que visam interesses obscuros e desvirtuados da finalidade precípua da PRF que é servir o povo brasileiro com dignidade e honestidade acima de tudo.
    Pedro Pereira – advogado atuante no caso que culminou pela demissão do agente PRF Hoarings em Serra – ES

    • Sr. Pedro, realmente a sua atuação culminou na minha demisão, mas, informo ao sr. que fui completamente inocentado das acusações, pois não existiam nos autos provas de que eu havia tentado extorquir alguem, inclusive não havia nem sequer espaço para isso durante a fiscalização, informo ainda que foi instaurado procedimento pela PFe pelo MPF para verificar o cancelamento indevido das multas, com uso inclusive de documentos falsos pela empresa fantour, gostaria de que o sr ficasse ciente também, que minha demissão só ocorreu, não devido a denúncia da empresa,pois a mesma era inidõnea para fazer tais denúncias, mas, porque eu não aceitava qualquer tipo de acordo financeiro, independente de ser pequena, média ou grande, conforme foi citado pelo sr. em suas representações, inclusive está sendo também aberto um procedimento para apurar as menturas que foram relatadas pelas suas testemunhas durante o processo judicial, e que eu levei ao conhecimento posteriormente ao MPF.

      Hoarings Moreira

      • Você foi demitido porque realmente num presta, e ainda vem aki falar mentira, falar que foi inocentado, Kara, vai se ferrar. vou postar aki o andamento do seu processo por CONCUSSAO, CORRUPCAO ATIVA OU PASSIVA; PREVARICACAO… pra quem kizer consultar e tirar as duvidas de que vc num presta;

        Só clikar no link e colocar o nome desse Lixo lá :[

        http://www2.jfes.jus.br/jfes/consulta/cons_procs.asp

        0005337-63.2007.4.02.5001 Número antigo: 2007.50.01.005337-4
        21000 – AÇÃO PENAL
        Autuado em 18/05/2007 – Consulta Realizada em 06/07/2011 às 19:27
        AUTOR : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL
        PROCURADOR: NADJA MACHADO BOTELHO
        REU : HOARINGS MOREIRA ADAME
        ADVOGADO : thiago melo depes E OUTROS
        2ª VF Cachoeiro – Execução Fiscal e Penal – SUB – EDUARDO NUNES MARQUES
        Redistribuição em 08/06/2007 para 2ª VF Cachoeiro – Execução Fiscal e Penal
        Objetos: CONCUSSAO, CORRUPCAO ATIVA OU PASSIVA; PREVARICACAO
        EXISTE 1 DOCUMENTO APENSO PARA ESTE PROCESSO.

      • Completando o que eu disse a pouco, segue abaixo decisão do Ilustrissimo Dr. Eduardo Nunes Marques, Juiz Federal que proferiu a seguinte decisão:

        “….DISPOSITIVO
        ISSO POSTO, julgo IMPROCEDENTE A PRETENSÃO PUNITIVA formulada pelo Ministério Público Federal e ABSOLVO o réu HOARINGS MOREIRA ADAME dos crimes tipificados no art. 317 e art. 319, ambos do Código Penal, uma vez que uma vez que não existem provas suficientes da existência dos fatos, nos termos do art. 386, II, do CPP
        Publique-se. Registre-se. Intimem-se….”

        Como disse o mineiro insastisfeito com a minha fiscalização ( insatisfeito porque estava acostumado a quando era parado dar R$ 50,00) para não ser multado) o processo é público e a decisão deve ser publicada até dia 13/07

        Hoarings

  4. O que foi falado nas denúncias foi aproximadamente 5%. foi entregue diretamente nas mãos do Sr Ministro da justiça um dossie com 15 volumes, aproximadamente 15.000 laudas, escrita com muito sangue em 3 longos anos, são 600 horas de videos e outras tanta de conversas, como eu trabalho com filmagens, foi muito facil fazer as mesmas, para vc terem uma idéia, eu estava com o pessoal da rede globo nas filmagens pelo Brasil afora.. tenham uma boa noite.

    muitagentevaicair@gmail.com

  5. >>> Olá COLEGAS<<>>>Quando os empresários do transporte rodoviário vão deixar a PRF trabalhar em Carapina , Jardim América. A PRF só aparece ali, quando acontece um acidente…Rsrsrsr…Parece até tempo do DNER…,,,Ver para crerrrrrrrrrrr.

  6. Engraçado… o ObservatórioprfES virou fonte de notícias para o site do SinprfES!!!

    Impressionante a agilidade deles para manipular e divulgar essa matéria!!!

    As notícias relativas aos bons trabalhos prestados pelos PRF’s capixabas eles não divulgam nem a pau!!

    Eu quero ver a cara deles quando forem escancaradas as ligações entre eles e os ex-dirigentes e ex-políticos citados na denúncia…

    A casa tá caindo!!!!!

  7. Fiquem atentos, nessa evolução, só os mais fortes
    sobrevivem…

  8. Sim… Sim, Saladin!!!

    Se depender do Presidente do SindGUARDA-ES ou SindXEXÉU-ES (como preferirem), essa “guerra” tem dia e hora pra acabar. Será às 08 horas da manhã do dia que sair publicada a exoneração do Insp. Fábio. Não importa quando!!!

    Isso por que para o Laranjão (e os PhD KIDS) essa “mudança” tornou-se “uma questão pessoal e de “honra” (não sei qual)”. Não importam os meios… não importa o preço (institucional ou financeiro) de tal empreitada.

    A continuar nesse rumo, não demora e faremos parte de um quadro em extinção. Morreremos por inanição, assim como morre a PFF (Polícia Ferroviária Federal). Pra quem confia na “imortalidade” do DPRF creditada ao art. 144 da Constituição da República, a PFF também possui esse atributo e ta morrendo… agoniza em alguma sub-secretaria do Ministério dos Transportes, salvo engano.

    De minha parte, procurarei me preparar para o pior.

    O Laranjão, apesar da idade, não precisa se preocupar com sua irresponsabilidade. Se essa previsão se confirmar, ele continua sua vidinha boa de “filhinho de papai”. Os PhD KIDS seguem na mesma linha. Claro, aqueles que não conseguirem alcançar seu único objetivo enquanto “PRF’s”, ou seja, passar em um outro concurso.

    Ah!!! Um alerta aos aposentados e àqueles que pretendem se aposentar PRF’s: quando um Órgão Público “morre” , todos “morrem” com ele. Inclusive quem já se aposentou. Ou vocês acham que o governo irá reajustar o benefício dos aposentados de uma Instituição que não existe mais?

    Localizem (não é fácil não) algum aposentado – ou mesmo um “ativo” – da PFF e perguntem a ele como é a situação.

    Quem sobreviver talvez veja…

    • Valeu saladinho….você é meu “idulu”…kkkkkk

    • Sim… Sim, Saladin!!!

      Como eu havia previsto, a guerra acabou. Agora nos resta esperar até que a crueldade dos pupilos do XÉXÉU (capitaneados pela Inspetora DODÓI) adormeça e a sua cobiça seja saciada. Se bem os conheço, “NUNCA SERÃO!!!”, por mais diárias e outras “cositas mas” que embolsem.

      o XEXÉU agora é “chapa branca”, e Como diz o velho ditado: Nada tá tão ruim que não possa ser piorado.

      Mas, como tudo tem seu lado positivo, a tendência é que a instituição PRF seja um pouco mais preservada, pois não há nececidade do XEXÉU enlameá-la ainda mais. Pelo menos de forma explícita.

      • Sim… Sim, Saladin!!!

        Meu coração está aos pulos! Quantas vezes minha esperança será posta a prova? Por quantas provas terá ela que passar?
        Tudo isso que está aí no ar.
        Quantas vezes, meu amigo, meu rapaz, minha confiança vai ser posta a prova?
        Quantas vezes minha esperança vai esperar no cais?
        É certo que tempos difíceis existem pra aperfeiçoar o aprendiz, mas não é certo que a mentira venha quebrar no nosso nariz.
        Meu coração tá no escuro. A luz é simples, regada ao conselho simples de meu pai, minha mãe, minha avó e todos os justos que os precederam.
        Ao invés disso, tanta coisa nojenta e torpe tenho tido que escutar! Sobre o qual minha pobre lógica ainda insiste: esse é o tipo de politicagem que a quem interessará?
        Pois bem, então agora eu vou sacanear! Mais vibrante e correto vou ficar! Só de sacanagem!
        Dirão: ‘Deixe de ser bobo! Desde Turquinho que aqui todo mundo rouba, roubou ou roubará! ‘É inútil! Todo mundo aqui é, foi ou será corrupto!
        E eu direi: ‘Não admito! Minha esperança é imortal, ouviram? Imortal!’
        Sei que não dá pra mudar o começo, mas, se a gente quizer, vai dar pra mudar o final!

        Adaptado de um texto de Elisa Lucinda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: